quarta-feira, 29 de agosto de 2012

BOB KANE - O pai do morcego



Robert Kahn, mais conhecido como Bob Kane, nasceu em 24 de outubro de 1915 na cidade de New York. Ficou famoso e conhecido por ser o criador do Batman.  Bob alterou seu sobrenome legalmente para "Kane", como era chamado pelos amigos, aos 18 anos.



Kane foi um artista habilidoso, chegando ao mundo das histórias em quadrinhos em 1936, quando publicou sua própria revista que passaria por diversas reformulações. Foi na mesma época quando o personagem "Superman" foi criado, alavancando as vendas de revistas em quadrinhos, que Kane e o escritor Bill Finger resolveram desenvolver outro combatente mascarado do crime, surgia o "Bat-Man" (como era escrito originalmente). Bob Kane, entretanto, foi quem apresentou a idéia aos editores da revista e foi o único a ficar com os créditos da criação do personagem.


O homem morcego alcançou rapidamente o sucesso e ficou famoso depois de sua primeira aparição na edição #27 da revista "Detective Comics", garantindo o emprego de Kane na National, atualmente DC Comics, por vários anos.


A maioria de suas contribuições para "Batman" foram nos anos 40, com vários outros autores o ajudando, como Jerry Robinson, que criou o "Coringa". Entretanto, devido à política editorial, Bob Kane recebia os créditos por todas as histórias de Batman, mesmo se não tivesse contribuído em nada. Esta prática continuou até os anos 60, até que seu nome deixou de ser exibido nas revistas. Ainda assim só nos anos 70 que outros criadores começaram a levar o crédito pelas histórias do Batman.


Nos anos 60, Bob Kane se dedicou a criação dos personagens de desenhos animados Courageous Cat and Minute Mouse, ou O Gato Corajoso e o Rato Minuto, série com 130 episódios produzidos originalmente no período de 1960 a 1962.







Depois de se aposentar, Kane passou a apresentar seu trabalho em galerias de arte, por diversar partes dos EUA e outros países, Bob faleceu em 3 de novembro de 1998, na cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos.


2 comentários:

  1. Se não fosse ele,meus sonhos infantis com o Cavaleiro das Trevas não existiriam!

    ResponderExcluir